Em Ushuaia

Estamos a dois dias em Ushuaia, que os argentinos pronunciam “uçuaia”. É uma cidade maior do que pensavamos e, para nosso desepero, não faz frio nesses dias. Soubemos que há mais de 6 anos não ocorrem dias tão ensolarados, com temperaturas de 17, 19 graus. E nós aqui, com as malas cheias de gorros, luvas, casacos…

Ficamos em um hotel no centro, respirando ácaros, de tão cheio de carpetes, cortinas, colchas. Tentamos trocar mas nos pareceu que aqui não há tantos hoteis turisticos como em Calafate. E fomos ficando. O café da manhã é deplorável, cheio de coisas doces, como gostam os argentinos. De salgado só um queijinho prato insípido. Conheço alguem que ia sofrer, sem nem um ovo mexido pra salgar a boca.

A cidade tem 70 mil habitantes e é um importante centro industrial do sul do país, com a pretensão de se tornar um centro de produção de tecnologia de ponta. É uma cidade livre do IVA, quase uma zona franca.

Olha uma visão dela desde o Canal de Beagle

Ushuaia vista desde Beagle

Uma consideração sobre “Em Ushuaia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s