No trem do fim do mundo

Claro que tinhamos que ir até o fim do fim do mundo. E para isso,  tomamos um trem. É um trenzinho lindo, estreitinho, que percorre o mesmo caminho que percorria com os presos até 1947. Sim, porque Ushuaia iniciou-se como um povoado ao redor de uma prisão, para onde eram mandados os criminosos reincidentes. E o trem os leva até um bosque, para que cortassem árvores, que serviriam para construção, para mobiliário e para aquecimento. Dai que a floresta tem partes completamente devastadas.

No trem vai um narrador todo o tempo informando as condições em que trabalhavam os prisioneiros, e a gente achou muito engraçado eles dizerem coisas como: “os presos comiam suas rações em latas e não lhes davam talheres!!”, “os presos trabalhavam das 8 às 6 da tarde!!”, enfim, o texto era tão dramático que quase choramos. Coitadinho dos presos!!!!!!

o trem do fim do mundo

O lugar onde para o trem é hoje o Parque Nacional de Ushuaia. É lindo, lindo. Voce olha  prum lado tem os picos nevados dos Andes, olha pro outro, tem umas árvores bonitas, chamadas “lengas”. Ficamos pensando se não era dai que vinha a expressão “lenga-lenga”…

Olha nós ai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s