E o agito?

Fátima tem uma máxima e uma frustração: somente no terceiro dia de chegada é que conseguimos compreender a cidade, e ai já está na hora de ir embora. Pois somente no terceiro dia foi que entramos no Tante Sara. Um café interessantíssimo, frequentado por uma população assim, digamos, mais madura, com cabelos gris e coisa e tal. Apesar de ser um café, lá comemos a segunda melhor comida da viagem até agora: um raviole com molho de mariscos divino. E tomamos um belo chardonnay Navajo Correia, pelo qual pagamos míseros 28 reais (56 pesos).

Fazia frio e eu pude estreiar meu gorro, enfim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s