Barcelona e Valencia em 2000

Em maio de 2000 fizemos uma viagem inesquecível. A idéia era conhecer Barcelona, de lá ir de trem até Nice encontrar com Eugênio, Anna e Annie e depois alugar um carro para percorrer a região da Toscana, na Itália. Nessa empreitada estávamos Fátima, Bernadete, Jane e eu, as lindas. E assim fomos.

De Barcelona não tenho nenhuma anotação, mas recordo-me de cada passo que demos. Desde o deslubramento com as loucuras de Miró até o pão com tomate comido no café da manhã na lanchonete de D. Rosa, perto do Hostal Barcelona, onde ficamos.

E ai estamos nós, na entrada do Museu Miró, em Montjuic. Já era tarde quando chegamos. Eu estou simplesmente horrorosa com esse cabelo pelado e os óculos caindo do nariz.

Um dos melhores passeios foi esse por Montjuic. Além do Museu de Miró tem um parque muito bonito, bom para se caminhar em um final de tarde como fizemos nós. E pudemos encontrar algumas cenas inusitadas, como essa ai

Um toreador solitário e provavelmente saudoso, ensaia seus passos com um toro imaginário. Jane a contempla-lo. De lá pode se ter uma vista legal de Barcelana, até a Igreja da Sagrada Familia

Barcelona é essa coisa linda e louca de Gaudi, que não é só a Sagrada Familia. Andando pelo Passaio de Gracia voce não sabe para onde olhe. Eu simplesmente a-do-ro!

Valencia

E já que estávamos em Barcelona, resolvi ir até Valencia visitar meu amigo Juanma. As meninas não quiseram ir e eu fui só, me sentindo a aventureira. Peguei um trem na estação de Saints e fiz as seguintes anotações no percurso:

Benicassim – a uma hora de Valencia. Cidade grande e com muitas construções novas. Parece ser mesmo um grande balneário, com prédios altos e uma praia muito grande. O sol apareceu depois de Castelló, que tem uma estação de trem moderníssima, que parece uma estação de metrô de Portugal em suas linhas novas. 

O caminho de ferro bordeia o mar. Todo o tempo vamos vendo o mar, que é da mesma cor do mar de Natal, porem com ondas muito pequenas. Do lado oposto há montanhas. Que aprecem de pedra porque são nuas, sem vegetação. Algumas de coloração branca, outras avermelhadas.

Agora o sol está forte, mas encoberto. Por toda a extensão a vegetação é baixa e parecem ser laranjas. De que vive essa região? Não vejo nada de indústria e agricultura, se há, é monocultura de laranjas. Também não parece ser região de turismo, a menos que no verão isso aqui se transforme. Na verdade as casas parecem vazias, como se fossem mesmo de veraneio.

O trem é confortável. poltronas largas com canais de música e filmes em televisões presas ao teto. Infelizmente peguei uma janela pela metade que me faz ter que esticar o pescoço para poder ver a paisagem,

Na estação de Saints tudo correu bem. Às 10:10 informaram que o trem sairia da plataforma 7. Saiu pontualmente. Os passageiros são, na maioria, pessoas de meia idade, todos muito bem vestidos. Creio que de turista somente eu.

Dia 05 de maio – De volta de Valencia

Cidade muito graciosa. Um pouco antiga, mas não muito. Coisa do início do século, talvez. Praia enorme, areia um pouco escura, com cabines para se trocar de roupa e água na temperatura das praias do Rio de Janeiro. Há uma parte mais moderna, mas o bairro de Juanma (Salamanca) é a coisa mais fofa. Ruas retas, com cruzamentos chanfrados formando largos, todos os prédios (“fincas”) com balcón de ferro e nunca mais alto do que 8 andares.

Estação ferroviária de Valencia

A “finca” de Juanma fica em uma dessas quinas de chafradura. Su piso, muy gracioso, todo muy bien arreglado. Pero com uma disposição de cômodos um pouco estranha: a porta de entrada dá para um corredor; a la mano derecha 2 habitaciones (para Javi e outra muito pequena para Raquel) e um antigo banheiro transformado em quarto de despejo. Ao final do corredor um espelho grande reflete sua imagem (feng shui?). O corredor faz um angulo reto para a direita e logo está o quarto de Juan (enorme, claro, dando para o balcon). A sala à esquerda, a cozinha ao fundo e um banheiro a direita. Sala gostosa, com sofas e poltronas confortáveis, um aparelho de som e uma TV que gira. A varanda tem plantas e jasmim. Juan me cedeu seu quarto com lençois brancos cheirando a lavanda.

Nos arredores, milhões de pequenos restaurantes, uma tienda que vende vinho à granel tirando de enormes barris, uma excelente livraria e uma loja de disco. Dois ou 3 quadras à frente um enorme parque (7 km de largo) com todos os tipos de crianças e cachorros. Nada de turistas na cidade

Tai eu, neste parque enorme, que não lembro o nome.

Coisas que aprendi

1. ramblas são espaços entre 2 colinas por onde corre a água da chuva que cai das ditas colinas.

2. Valencia foi o maior centro exportador de laranjas do mundo.

3. Além do ETA há (houve?) um outro grupo terrorista chamado GRAPO: Grupo de resistencia antifacista primeiro de outubro. Com a democracia, os que tinham pendencia com a policia foram anistiados (1976), mas depois disso o grupo continuou agundo e essas pessoas foram julgadas como criminosos comuns.

4. Mediterrâneo tem ondas mas não tem marés. Se existisse maré alta molhava o trem.

Não anotei, mas me lembro perfeitamente da péssima paella valenciana que comi em um restaurante na beira-mar. Parecia coisa para turista desavisado, tipo a carne de sol que Arnaudo serve em Santa Tereza, no Rio, que não tem nada a ver. Era uma coisa molhada demais, vermelha demais, enfim… Não entendi porque Juan me levou para comer aquilo. Ou será que a paella valenciana é assim mesmo e a gente é que não sabe? Tenho que voltar lá…

 

Uma consideração sobre “Barcelona e Valencia em 2000”

  1. Ola , gostei mutio do seu relato… tinha a duvida se faria este trajeto ( Barcelona x Valencia) na minha viagem agora em abril …. mas nao tinha a certeza….e fiquei encantada com seu relato… a ferrovia beira o mediterrãneo entao? So em um pequeno trecho ou em todo o Trajeto se avista o mar? Obrigada por me responder e caso possua fotos deste trajeto, seria muito pedir para voce postá-las? Grata Adriana

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s