Bruxelas para não deslumbrados

Bruxelas é uma cidade interessante. Não tem a exuberância romântica de Paris, nem a beleza da multiculturalidade de Nova York. E muito menos a beleza incomparável e única do meu Rio de Janeiro. Não é uma cidade que se mostra e escancara a sua beleza. É uma cidade sutil, que você vai andando e descobrindo. Por isso, passar um dia em Bruxelas pode não lhe dar uma boa impressão. Nós planejamos uma semana e já estamos apaixonadas.

Do ponto de vista da arquitetura vamos encontrar na paisagem prédios ultramodernos, góticos, neogóticos, art nouveau. Chama atenção um estilo rebuscado com detalhes dourados, com torres, encrustrações, esculturas, tudo junto, às vezes excessivo, “over”, que não me agrada. A Grand Place é um exemplo. Tida como uma das praças mais bonita da Europa, doeu na minha vista pelo exagero.

DSC_3072

DSC_3073

DSC_3082Em compensação, uma vista mais geral da cidade é encantadora. Esta é uma olhada desde a Catedral:

DSC_3057 Algumas paixões belgas me parecem muito simpáticas. Uma delas é o amor por dois ícones dos quadrinhos, que encontramos por toda parte, em suas mais diferentes manifestações: Tin Tin e os Smurfs. São bonecos, estátuas, brinquedos, revistas com os personagens dessas historinhas. Achei um Smuf aqui, num pátio de hotel:

DSC_3094

Este TinTin aqui está na loja dedicada a ele. Tem de tudo.

DSC_3067

O waffle é o melhor do mundo. E é mesmo. Mham, mham… Engraçado foi que chegamos na estação vindas de Luxemburgo, morrendo de fome. Olhei prum carrinho de waffle e disse “quero um waffle!” Comemos e ficamos loucas, todo dia fomos na estação comer um. Custa 1,90 euros, mas encontramos até de 1 euro.

IMG_0601

Por último, as cervejas. Ah, as cervejas! Não sou grande bebedora de cerveja e por isso, fui pedindo meio aleatoriamente para experimentar. Meio aleatoriamente, porque tinha lido indicações e quis provar a Delirium Tremens, tida como a melhor do mundo. É ótima mesmo, mas o que me chamou a atenção foi a garrafa com o rótulo cheio de desenho de bichos, típico dos referidos pelos pacientes que sofrem de abstinência alcoólica.

IMG_0604 Há ainda os chocolates, mas como definitivamente não sou chocólatra, não sei dizer muita coisa. Compramos alguns na Leonidas, a loja mais famosa, mas não sei dizer se é melhor ou pior do que outros. Não comprem Godiva, não tá com nada. Dizem os daqui.

Uma consideração sobre “Bruxelas para não deslumbrados”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s