Pelo interior da Islândia: quarto dia

Um dia terrível. Choveu torrencialmente o dia inteiro. Chuva e vento forte de 65km por hora. E a gente na estrada. Deu medo.

Com isso nossa programação ficou muito prejudicada. Mas mesmo assim fomos visitar um glaciar e ver os pequenos icebergs. Com os grossos pingos da chuva batendo no rosto como se fossem agulhadas, não deu pra muito.

Mais uma vez a diferença com a Patagônia é grande. O glaciar desliza formando um grande rio, que deságua no mar ali pertinho. Então, é muito legal e inusitado andar pela praia e encontrar pedaços de gelo dos icebergs boiando ou na areia. Se eu contasse para um brasileiro que aqui a praia fornece o gelo da caipirinha, ninguém ia me acreditar.

Dai em diante não deu pra parar em mais nenhum lugar, a não ser em pequenas aldeias para comprar comida. Seguimos para o leste da ilha, cruzando as montanhas por túneis de 6km, esperando encontrar um clima melhor do outro lado. Qual o que! A chuva, o vento e o frio nos castigaram até chegarmos no nosso hotel de pernoite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s